E se Esquadrão Suicida fosse feito em 1996?

Com grande atraso, eu trago hoje mais uma brincadeira da série que começou com Os Vingadores, continuou com Vingadores: Era de Ultron, Batman V Superman e Capitão América: Guerra Civil, que é de reimaginar o cenário atual de filmes de heróis, porém 20 anos no passado.

E o próximo da lista é aquela bomba confusa chamada Esquadrão Suicida.

Se o Esquadrão tivesse sido produzido 20 anos antes, quem estrelaria essa versão?

Detalhe: claro que eu vou usar a versão do filme, foda-se se eles não faziam parte da equipe nos anos 90.

Pistoleiro: Wesley Snipes

Mantendo a ideia de um Pistoleiro negro, é justo escolher um astro de ação da época que rivalize com o carisma de Will Smith. Como nessa época o sr. Smith ainda era apenas um maluco no pedaço, sr. Snipes seria o protagonista masculino de Esquadrão Suicida.

Snipes nos anos 90 era um puta astro de ação, estrelando filmes como O Demolidor, com o Stalas e Passageiro 57, entre outros, e ainda provou sua versatilidade fazendo o papel de uma drag em Para Wong Foo, Obrigado por Tudo! Julie Newmar. Seria a chance da DC pescar o ator antes da Marvel.


Harley Quinn: Cameron Diaz

Desde que apareceu em O Máskara, de 94, Cameron Diaz virou uma promessa de novo sex simbol do cinema. Ela ficou alguns anos fazendo filmes com menos expressão, até em 97 participar do triângulo amoroso com Julia Roberts em O Casamento do Meu Melhor Amigo, e a partir daí sim, seguir para uma carreira de sucesso.

Por isso a DC/Warner de 1996 poderia dar o pulo do gato e contratar a atriz, na época com apenas 24 anos, para dar a vida para a, até então recém-criada, Arlequina. Cameron provou com o tempo que tem a mistura perfeita entre beleza e humor, estrelando uma série de comédias muito bem sucedidas. Além de linda, talentosa e engraçada, Cameron Diaz tem a cara de maluquinha perfeita para fazer a palhacinha do crime.


Rick Flag: Jason Patrick

Jason Patrick é um cara que tentou bastante emplacar uma carreira no cinema, e falhou miseravelmente. Desde lá o começo, quando fez Garotos Perdidos, ele teve uma carreira regular, porém sem muito brilho. Mas quando ele substituiu Keanu Reeves na continuação de Velocidade Máxima, ficou claro que Hollywood também apostava nele como novo astro de ação.

Sendo assim um cara que até quebra um galho, mas que nunca se destaca, Jason Patrick poderia cumprir tabela e fazer o papel do insípido Rick Flag.


Magia: Rose McGowan

Bonita, mas ao mesmo tempo, estranha, sinistra e com uma capacidade incrível de fazer cara de maluca? A escolha certa é Rose McGowan, que estava no auge dos seus 23 aninhos em 1996. Ela começou a chamar a atenção com Geração Maldita, de 95, e no ano seguinte foi uma das vítimas do Ghostface em Pânico. Rose nunca se tornou uma grande estrela de cinema, mas participou, por exemplo, do seriado Charmed. Um dos fatos mais conhecido atualmente da atriz foi seu relacionamento com Marylin Manson. O que prova que ele poderia sim se envolver com algo tão sombrio e bizarro quanto a Magia.


Capitão Bumerangue: Stephen Baldwin

O vilão do Flash é retratado no filme praticamente como um alívio cômico. Voltando 20 anos no tempo, quem poderia fazer um papel escrotão, engraçaralho e muito canastrâo? O menos talentoso dos infinitos irmãos do clã Baldwin, Stephen. Sempre fazendo  o papel de bobalhão (e falhando miseravelmente quando tenta fazer algo diferente), inclusive em filmes mais cults como Três Formas de Amar, a verdadeira persona dele está mesmo em filmes como Malucos Por Natureza. Se você não viu esse filme, se considere sortudo. Uma boa opção para o escroque Capitão Bumerangue.


El Diablo: John Leguizamo

Sim, pode parecer que eu to de má vontade, chamando ator bosta pro filme, mas nos anos 90, Leguizamo era um nome a ser considerado. Esteve em Duro de Matar, Romeu + Julieta, Para Wong Foo… e ok, em merdas como Super Mario Bros e O Peste (como eu odeio esse filme). Mas vocês conseguem pensar em outro ator latino em evidência em Hollywood naquela década? Pois é. Tem outra. Quando necessário, o ator já deu conta de papéis mais densos e dramáticos, e é bastante versátil.


Croc: Danny Trejo

Preciso explicar alguma coisa? É o modafocka Machete. Fazendo um monstro crocodilo assassino canibal. Não tá satisfeito? Toma uma foto dele em Um Drink no Inferno.


Katana: Michele Yeoh

A atriz ficou conhecida nos anos 90 participando de filmes de artes marciais, mesmo não sabendo lutar. Bailarina, ela usou suas habilidades de dança para as cenas de luta, dispensando dublês. Seus maiores sucessos foram a participação em 007: O Amanhã Nunca MorreO Tigre e o Dragão.

Credenciais suficientes para ser uma Katana fodona ou não?


Coringa: Edward Northon

Edward Northon tem apenas 2 anos a mais que Jared Leto. O problema é que o cantor da 30 Seconds From Mars caiu em algum tipo de fonte da juventude e o filho da puta não fica velho. Ou então é da mesma raça vampírica do Keanu Reeves. Enfim, tudo isso pra justificar que sim, o Northon poderia ser o Coringa 20 anos no passado, e o mesmo Coringa do filme do Esquadrão (ok, melhor, por favor).

1996 foi a estreia de Northon no cinema, mas logo começou com o sensacional As Duas Faces de Um Crime, e dois anos depois ele destruiu tudo com A Outra História Americana e claro, Clube da Luta. Imagine a mistura dos três personagens dele nesses filmes, e voilá: você tem um Coringa psicótico, manipulador, patético, cruel e violento.


Amanda Waller: Oprah Winfrey

Foda de escolher a Oprah é que a Oprah é tão foda que poderia ser fácil a Amanda Waller hoje em dia também, porque a Amanda Waller é foda, mas ela tá sendo interpretada pela Viola Davis que é foda. Então me baseando na fodaralhisse da personagem, uma das mais fortes dos quadrinhos, com personalidade, inteligência e uma atitude única, Oprah tiraria de letra.

Para quem vive em outro mundo e pensa que a Oprah só apresenta um programa de televisão, uma sugestão: vá assistir A Cor Púrpura e entender porque ela concorreu ao Oscar de melhor atriz coadjuvante,  e de lambuja, se tornar um humano melhor.

Já ouviu o podcast Uarévaa sobre Esquadrão Suicida?


Bônus – Amarra: Steven Seagal

Convenhamos, tudo a ver, né não? Ainda mais pensando no ator que fez o papel em 2016.

Mas aê você vai me perguntar: Ma porra, Moura, colocar o Steven Seagal pra morrer no começo do filme?

 

Vlw flw.

Designer gráfico por vocação, publicitário por formação, filósofo por piração.