E se Liga da Justiça tivesse sido feito em 1997?

Desde a estreia dos Vingadores em 2012, esse que vos tecla começou uma brincadeira criativa de imaginar como seria o filme se ele tivesse sido produzido vinte anos antes. Como eu gostei da brincadeira, repeti o negócio com Vingadores 2, Batman V Superman, Guerra Civil e até Esquadrão Suicida.

Lógico que a estreia do filme da maior equipe de TODAS TODAS TODAS não poderia ficar de fora.

Então, e se Liga da Justiça tivesse sido lançado há 20 anos?

Um detalhe: vou seguir a formação do filme atual, inclusive com os perfis que foram adotados para os heróis.

Batman – Bruce Willis

Repetindo o papel que fez no ano anterior, Bruce Willis retorna como o cavaleiro das trevas, cansado e abatido, velho demais pra essa merda, mas sendo o brucutu de sempre, para reunir e coliderar a superequipe da DC Comics. Em 97, Willis estrelou O Chacal e um dos meus filmes favoritos, O Quinto Elemento.

Mulher Maravilha – Catherine Zeta-Jones

Quem também retorna ao papel, como a princesa amazona Diana, é a maravilhosa Catherine Zeta-Jones. Como eu já disse no casting de BvS, essa mulher É a Mulher Maravilha, e, recém-saída do Fantasma de 1996 e um ano antes de estrelar A Máscara do Zorro de 1998, a morena preencheria o seu vazio ano de 97 como a maior heroína de todos os tempos.

Superman – Ben Affleck

Fechando a trindade principal da DC, Affleck teria que arranjar um tempo no corrido ano do ator, que estrelou nesse ano Procurando Amy e Gênio Indomável, para encarnar o último filho de Krypton em seu retorno à vida (e, sendo pouco tempo depois da Morte e Retorno do Superman nos quadrinhos, apostaria em roupa preta e armadura kryptoniana).

Ciborgue – Shawn Wayans

Sim, amigos. Eu chamei um Wayans para o filme. Vocês sabiam que o Marlon Wayans foi cogitado para ser o Robin em Batman Eternamente? Pois é.
Poderia ser pior do que foi, viram?
Bom, pro papel de Victor Stone, chamei o irmão menos retardado de Marlon. Ou talvez só menos com cara de retardado, afinal ele fez Todo Mundo em Pânico e As Branquelas…
Pelo menos na aparência, o cara combina bastante com o Ciborgue.

Ahhh quem eu to enganando? Todo mundo ama Todo Mundo em Pânico e As Branquelas.

Flash – Ashton Kutcher

Enquanto desvio na velocidade da luz dos impropérios vociferados pelos leitores do Uaréva, eu já me explico rapidamente usando a força de aceleração? Em 98, Kutcher estreia em That’s 70s Show, e, porra, quem melhor pra ser o alívio cômico do filme da Liga do que o próprio Michael Kelso? Convenhamos que todos os trejeitos do Kelso combinam bem com os trejeitos do Barry Allen do filme da Liga, e eu só me liguei disso por conta da semelhança de ambos com meu amigo Frango.

Abraço Frango.

Aquaman – Kevin Sorbo

Bom, o Aquaman original mesmo deveria ser um cara loiro com cara de coxinha. Porém, entretanto, todavia, estamos seguindo a linha snyderiana da DC Comics, e é essa linha que vamos seguir. Mas mesmo dessa forma, acho que o Hércules da série clássica do SBT (que se fodeu porque o spin-off da Xena fez muito mais sucesso) poderia ser a mistura entre o clássico e o Aquamomoa: um brucutu que já interpretou inclusive o Kull, aquele genérico de Conan, porém mais galego. Seria perfeito como o Aquaman de mão de gancho dos anos 90.

Comissário Gordon – Sam Elliot

O comissário Gordon teve um crescimento bastante notável nas adaptações do Batman em live action. Se a versão dele na série de 66 era de um tiozinho que tá fudido é um viado pacato, nos filmes do Burton/Schumacher ele virou o gordo bonachão, só na trilogia Nolan ele ganha o destaque merecido, vivido por um ator tarimbado. Atualmente ele é vivido por um ator que ganhou muita fama graças ao seu personagem na concorrência e por um filme muito aclamado pela crítica, e retratado como um cara bem badass. Até protagonista de série ele virou. Seria justo, lá no distante ano de 1997 ele ganhar esse destaque, e porque não na pele de um cara fodão como Sam Elliot?

Lobo da Estepe – Peter Stormare

Se tem uma coisa que me incomoda é usar personagens digitais em momentos que você não precisa. Para monstros como Darkseid ou Apocalipse, claro que não tem outra solução, mas para o Lobo da Estepe eu iria mesmo querer um ator fodão, que desse medo só no olhar. E se tem um cara que consegue fazer isso é o Peter Stormare, que nessa época estava em filmes como Fargo, Jurassic Park: O Mundo Perdido, Armageddon e o Grande Lebowski.

Já ouviu o Podcast Uaréva sobre Liga da Justiça nos quadrinhos?

Fechando o elenco, teríamos de volta Diane Lane como Lois, Christopher Plummer como Alfred, Diane Keaton como Martha e Ewan McGregor numa participação como Lex Luthor.

A aí? Gostaram do elenco da Liga 90?

Comentem ae.

 

Designer gráfico por vocação, publicitário por formação, filósofo por piração.