Black Mirror é tema de curso transmitido ao vivo pelo Sesc São Paulo

Às segundas-feiras do mês de abril, a partir das 19h30, o futuro distópico apresentado pela série britânica Black Mirror fomentará um conjunto de aulas, ministradas no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, que serão transmitidas ao vivo pela página do Sesc São Paulo no Facebook: /SESCSP.

Intitulado “Sociedade Black Mirror”, o curso reunirá os pesquisadores Mauricio StegemannDieter (03/04), Pablo Ortellado (10/04), Luiz Guilherme Vergara (17/04) e Claudio Luis de Camargo Penteado (24/04) para reflexões calcadas em tensões sociais e comportamentais afloradas pela tecnologia, compiladas a partir de uma seleção de episódios das três temporadas da consagrada série.

Sobre Black Mirror – Concebida pelo roteirista britânico Charlie Brooker, Black Mirror estreou em 2011 no canal televisivo Channel 4 e atualmente está disponível na provedora de filmes e séries Netflix. É composta por histórias narradas em episódios autônomos, carregados de suspense e formados sempre por elencos diferentes. Ao longo de suas três temporadas, a série desenha um porvir de múltiplas possibilidades de (des)controle social de máquinas, redes e softwares, problematizando questões candentes, como privacidade, ética, transcendência, sexualidade, autonomia e memória.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 03/04| Episódios “White bear”, “Hated in thenation” e “White Christmas”
Novas tecnologias de controle e a espetacularização da punição
– Com Mauricio StegemannDieter, professor de Criminologia da Faculdade de Direito da USP e pós-doutor em Política Criminal pela UERJ. É pesquisador no Instituto Max Planck.

Dia 10/04 | Episódio “The Waldo Moment”
Populismo e espetacularização da política
– Com Pablo Ortellado, professor do curso de Gestão de Políticas Públicas da EACH-USP e coautor do livro “20 centavos: a luta contra o aumento” (Veneta, 2013).

Dia 17/04 | Episódio “The National Anthem”
Dilemas éticos na arte contemporânea
– Com Luiz Guilherme Vergara, professor da UFF. É PhD no Programa de Arte e Educação do Departamento de Arte da Universidade de Nova Iorque. Foi curador e diretor do Museu de Arte Contemporânea de Niterói de 2005 a 2008, e de 2013 a 2016.

Dia 24/04 | Episódio “San Junipero”
Avatares e sociabilidade no universo virtual
– Com Claudio Luis de Camargo Penteado, professor Associado da UFABC, pesquisador do LabLivre (Laboratório de Tecnologias Livres) da UFABC e do NEAMP (Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Poder) da PUC-SP.

Sobre o CPF Sesc –Inaugurado em agosto de 2012, o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc é uma unidade do Sesc São Paulo voltada para a produção de conhecimento, formação e difusão e tem o objetivo de estimular ações e desenvolver estudos nos campos cultural e socioeducativo.Além do Curso Sesc de Gestão Cultural – que visa a qualificação para a gestão cultural de profissionais atuantes no campo das Artes, tanto de instituições públicas como privadas –, a unidade proporciona o acesso à cultura de forma ampla, tematicamente, por meio de cursos, palestras, oficinas, bate-papos, debates e encontros nas diversas áreas que compreendem a ação da entidade, como artes plásticas e visuais, ciências sociais, comportamento contemporâneo e cotidiano, filosofia, história, literatura e artes cênicas.

SERVIÇO:

Curso “Sociedade Black Mirror”
Data: Dias 3, 10, 17 e 24 de abril; segundas-feiras, às 19h30
Transmissão ao vivo pela página do Sesc São Paulo no Facebook (facebook.com/sescsp), diretamente do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc (as vagas para participação presencial estão esgotadas).

Centro de Pesquisa e Formação – CPF Sesc
Endereço: Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 22h. Sábados, das 9h30 18h30.
Tel: 3254-5600
Mais Informações pelo site (sescsp.org.br/cpf) ou nas unidades do Sesc no Estado de São Paulo.

Jornalista, Mestre em Comunicação, escritor, trabalha com assessoria de imprensa e é editor do nosso podcast.