A Legião do Mal brasileira

E ae rapaziada!

Há algum tempo fiz um post com os heróis das telenovelas que poderiam formar uma Liga de Justiça. E como promessa é dúvida, pra essa semana temos a Legião do Mal das telenovelas.

Curioso?


Marco Aurélio (Vale Tudo)

Vice presidente de uma empresa de aviação, a TCA, Marco Aurélio desviava dinheiro da companhia para sua conta. Corrupto até o último fio de cabelo, ele adquiriu milhões e milhões de forma totalmente irregular, tentou corromper todos ao seu redor e ainda participou do assassinato de Odete Roitman. E que fim levou o bandido? Fugiu do país de helicóptero e ainda mandou uma banana pro Brasil.

Marco Aurélio é praticamente a versão tupiniquim de Lex Luthor. Depois de anos vivendo fora, ele decide voltar e aos poucos vai se infiltrando nos bastidores do poder, eliminando qualquer ameaça a sua ascensão. Com a fortuna que adquiriu, ele patrocina um grupo de vilões que servirão a todos os seus propósitos.


Nazaré Tedesco (Senhora do Destino)

Naza. Nem precisa de maiores descrições. A mulher pintou e bordou na vida de todo mundo, seqüestrou um bebê para segurar um homem, mentindo que se tratava de sua filha, depois, por ciúme, matou o maluco. Aliás, matou uma pá de gente, seja atirando escada abaixo ou metendo uma tesoura no bucho. Naza era psicótica e não pensava uma vez sequer em passar por cima de quem for. Alem de ser divertida pra caramba. Foi a vilã de novela mais caricata e perturbada que já vi, quase o Coiote do Papa Léguas.

Ela se jogou de uma ponte no fim da historia, caindo no mar. Mas como todo mundo sabe, se não tem corpo, não tem morte comprovada. Então podemos supor que ela sobreviveu e eventualmente conheceu Marco Aurélio, começando ali um tórrido relacionamento. Até porque, afinal, ela lembra muito a ex-mulher do vilão, Heleninha manguaça. Aliada e amante do milionário, os heróis teriam que tomar muito cuidado sempre que estivessem no topo de uma escadaria.

Alucicrazy


Renato Mendes (Celebridade)

Era o editor de uma importante revista, a Fama, e nunca teve nenhum escrúpulo. Seu desejo era tomar a presidência do grupo Vasconcelos, ao qual pertencia a publicação, de propriedade de seu tio Lineu. Renato manipulou todo mundo para alcançar seu objetivo, inclusive o próprio filho bastardo. Aliou-se a dupla de vilões Laura e Marcos, e acaba matando os dois no fim da trama, e sendo preso com todas as suas falcatruas reveladas.

Marco Aurélio veria todo o potencial do jornalista. Dissimulado e frio, seria o braço direito da organização. O cara dos contatos, aquele que faz os contatos e manipula o que for necessário.


Flora (A Favorita)

Falando em pessoa dissimulada, ninguém imaginava que a doce Flora, que por anos jurou inocência pela morte do marido da melhor amiga, era na verdade, realmente culpada. Mais que isso, era uma psicótica doida, que tem um descaso absurdo pela vida humana. Deixou uma pilha de corpos em seu caminho, e ainda se passava por boa moça durante boa parte da trama.

Flora voltou pra cadeia, mas seria tirada de lá e se tornaria a assassina de elite da organização. Pela quantidade de vezes que conseguiu se disfarçar, matar e sair impune e incógnita, ela é uma potencial espiã.

Dizem que o Coringa se caga de medo dela.


Ravengar (Que Rei Sou Eu)

No século 18 (número romano é o escambau), um país Europeu chamado Avilan passava por uma grande revolução. O reino, corroído pela corrupção, viu a morte de seu rei. A rainha tomou o poder, totalmente despreparada, e começaram as buscas pelo filho bastardo do rei, que deveria assumir o trono. É então que o feiticeiro da corte, Ravengar, cria um plano e coloca um mendigo no trono, alegando ser o herdeiro. Ravengar era um poderoso bruxo, e o grande nome por trás das conspirações e tramóias que visavam favorecer sempre os mesmos no reino. País bem familiar a nós, não?

Bom, como ele é um feiticeiro, ainda estaria vivo hoje em dia. Marco Aurélio ficaria sabendo da sua existência no local onde outrora foi o reino de Avilan e o chamaria para ser seu aliada. Os poderes místicos de Ravengar, alem de sua capacidade de criar esquemas escusos e a sua crueldade o fazem um vilão de responsa.

Além do que, acertou em cheio.


Fred (Olho no Olho)

Fred Zapata é um paranormal com telecinesia, telepatia, capacidade de se teleportar… Trabalhava para uma organização criminosa liderada por seu pai, Cezar, e era seu braço direito e um assassino frio. Tornou-se o nêmeses de Alef, mesmo depois de terem se tornado amigos quando Cezar se envolveu com a mãe de Alef, época em que ajudou o garoto a desenvolver seus poderes.

Ele estaria depois de todos esses anos preso em uma prisão especial, sendo analisado pelo governo federal. Mas seria resgatado, se tornando aliado dos vilões e sua arma mais mortífera, afinal, ele sempre dominou seus poderes muito melhor do que Alef.

 


Professor Astromar (Roque Santeiro)

Na pequena cidade de Asa Branca, sempre houve um mistério: dizia a lenda, que um lobisomem rondava a cidade em noites de lua cheia. E todos acreditavam que era o Professor Astromar Junqueira, presidente do centro cívico asabranquensse, homem civilizado, educado, polido, intelectual e altamente sorumbático e taciturno. Ao fim, descobrimos que o própria era realmente o lobisomem.

Posso penetrar?

O lance é que Astromar não era um vilão propriamente dito. Na sua forma humana, era um homem simpático e aprazível, mesmo que assustador. Por isso ele seria tipo o Lagarto, do Homem Aranha. Capturado pela organização, eles o forçariam a se transformar na sua forma monstruosa, utilizando-o quando necessário, apenas para manter o pobre professor como prisioneiro em sua forma humana.


Mas o principal assassino trabalhando para Marco Aurélio seria um grande mistério. Responsável pelas mortes mais discretas, ninguém saberia de sua existência, nem mesmo a maioria dos aliados de Marco Aurélio. Tudo que se sabe é que sempre que alguém precisa morrer, um Opala preto é visto no local…

Adalberto (A Próxima Vítima)

Responsável pela morte de 10 pessoas, ele era meticuloso e discreto. Demoraram décadas até que ele fosse descoberto. Adalberto sempre foi considerado um cretino burro por todos, mas se revelou mais inteligente do que qualquer um poderia imaginar. Um serial killer de primeira.

E então você me pergunta: ma como, porra? Ele tomou uns balaços do Paulo Betti.

Bem, estamos falando de uma história bem quadrinhos, certo?

Adalberto está no hospital, praticamente morto, agonizando. Atraídos pela surpreendente história do assassino do Opala Preto, a organização precisava tê-lo em suas fileiras. Porém, quase morto, qual seria a saída para trazer Adalberto de volta a vida?

Bem, indo ao extremo, que tal dar ao serial killer a vida eterna? E quem melhor para fazer isso do que o poderoso…


Vlad (Vamp)

O todo poderoso Conde Vladimir Polanski era a encarnação do demônio na terra. O mais poderoso entre os vampiros, ele criou uma horda de sanguessugas ao seu redor, com o objetivo de dominar o mundo, conquistar sua amada Natasha e destruir a cruz de São Sebastião, único objeto que poderia derrotá-lo. Colocava medo em absolutamente todos os personagens da novela com seus poderes descomunais.

Porém a cruz se transformou em uma flecha e ela foi usada para matar o vampirão de uma vez por todas.

Mesmo assim, Ravengar utiliza um feitiço milenar e consegue trazer o senhor das Trevas de volta a vida. Porém lança nele um feitiço que o impede de se voltar contra seus novos aliados. Vlad é a grande ameaça que a organização possui. Um ser que pode trazer o apocalipse para a Terra.

E um baita dançarino.


Mas quem teria reunido todos esses crápulas, assassinos e psicopatas?

Quem teve esse maléfico plano de reunir um grupo tão poderoso e cruel?

Claro que teria que ser alguém que jamais imaginaríamos… O inocente, aparentemente inofensivo…

Super Téo (Vereda Tropical)

Tímido, gago, reprimido, sofrendo bullying de todo mundo, inclusive da mãe e do avô, Téo se refugiava em um mundo paralelo na sua imaginação onde era um super herói. Mas jamais conseguiu deixar de ser patético e medíocre na vida real.

Com isso ele foi criando um ódio imenso em si, alem do desejo absurdo de ser especial. De ser realmente SUPER. E é por isso que ele usou toda sua inteligência nerd para pesquisar atividades super humanas pelo Brasil. Foi ele que descobriu a existência de um complexo governamental que guardava um poderoso paranormal; um velho feiticeiro vivendo nas ruínas de um reino acabado; os boatos sobre licantropia na cidade de Asa Branca; a lenda sobre o ataque vampiresco em Armação dos Anjos e a morte do mais poderoso dos vampiros; e ainda o caso dos assassinatos em série em São Paulo. Com muita informação e um plano perfeito que levaria Marco Aurélio ao domínio do poder paralelo no país, ele se aliou ao empresário, sendo o cérebro por trás de todos os planos da organização.

Mas seu real objetivo era encontrar o cientista responsável pela criação do primeiro clone, Albieri, um especialista em genética. Ele acredita que Albieri possa finalmente realizar seu sonho, e torná-lo um super humano.

E antes que alguém diga que o Super Téo não poderia virar um doido psicótico: Meu, olha o uniforme que ele imaginava usar. E ele queria pegar a Cristina Pereira!


Legião do Mal das Novelas

Faltou alguém? Concorda, discorda? Comentem aí embaixo!

Valeu mesmo pelas sugestões e pela participação galera.

Até o próximo episódio!

Este é um post reciclado, o uaréva é amigo da natureza.
Link da postagem original.

 

Designer gráfico por vocação, publicitário por formação, filósofo por piração.