Vingadores: Guerra Infinita. Sempre cabe mais um.

Vingadores Avengers

Desde a estréia do primeiro Homem de Ferro, em 2008, a Marvel começou uma estratégia ousada, que demandou bastante planejamento e muita criatividade. O resultado desse universo construído, filme após filme, pode gerar alguma controvérsia pelos que questionam a qualidade, mas não pode ser negado o sucesso do modelo de negócio desenvolvido. Inédito até então, tratar diversas franquias diferentes como parte de uma franquia macro, é algo que todos os outros estúdios estão correndo atrás de fazer.

Bem, tudo que foi feito até agora pela Marvel está desembocando no mais audacioso projeto do estúdio – e quiçá, sem exageros, em um dos mais audaciosos do cinema: Vingadores -Guerra Infinita; e sua sequência ainda sem nome.

ca-the-winter-soldier06

Capitão América: O Soldado Invernal foi sem dúvidas um divisor de águas no MCU. Até então todos os filmes da Casa das Idéias mantinham a inocência e maniqueísmo de filmes de sessão da tarde, com uma linha criativa bem próxima uns dos outros. Foram os irmãos Russo que deram o peso dramático e as reviravoltas que transformaram a continuação do filme do sentinela da liberdade em um thriller de espionagem que realmente mudou bastante a realidade em que os Vingadores vivem. O filme é apontado por muitos, inclusive por esse que vos tecla, como o melhor até agora do Universo Marvel Cinematográfico.

669681

Os Russos comprovaram sua competência na terceira parte da franquia de Steve Rogers – visivelmente à franquia da Marvel que mais evoluiu – com Capitão América: Guerra Civil. Nele, os diretores conseguiram a façanha de trabalhar com 12 heróis, dando a cada um deles um motivo para estar no filme. Todos tinham motivações para suas decisões, background e claro, seu momento de brilhar, justificando sua presença no longa. Mesmo os que tiveram pouco tempo de cena, não estiveram lá à toa (oi Coringa do Jared Leto).

tumblr_o3u37iee5c1qd4rf5o4_540

Mas a coisa vai ser ainda mais casca grossa ainda para os irmãos Russo daqui pra frente. Confirmados como sucessores de Joss Whedon na direção da principal marca da Marvel, eles estão comandando o barco para a terceira e quarta parte de Os Vingadores. Se eles tinham 12 personagens para lidar em Guerra Civil, esse número facilmente dobra, ou até triplica, quando os heróis forem enfrentar o Thanos, vivido por Josh Brolin.

avengers-infinity-war-set-photo-josh-brolin-in-mo-cap-suit

Além de todos os Vingadores apresentados até agora – entre originais e novos, são 10 – e os potenciais novos membros, apresentados em GC, e os que estréiam nesse meio tempo, como Doutor Estranho, ainda tem os Guardiões da Galáxia. E, quem sabe, em um sonho distante, os Defensores.

Sobre essa renca de gente, Joe e Anthony Russo falaram ao Toronto Sun, como balancear essa galera e que personagens eles querem levar para dentro da trama:

Anthony: O que nós fizemos em Guerra Civil é exatamente o que queremos fazer nos Vingadores – não importa quanto tempo de tela um personagem tem, você ainda pode ter muita ambição com o que você faz com aquele personagem enquanto você o tem. Nós estamos considerando todos os personagens. Nós não queremos ser muito específicos sobre o que vai acontecer com esses filmes. Queremos que seja uma surpresa para o público.

Ainda existe a possibilidade de alguns personagens darem as caras pela primeira vez em Vingadores: Guerra Infinita. Talvez até mesmo antes de ganharem suas contrapartes heróicas, e esse é o caso da Carol Danvers, a Capitã Marvel, que será vivida por Brie Larson.

download

Sobre a atriz e a possibilidade da Capitã Marvel aparecer no filme, Joe Russo respondeu:

Ela é uma adição incrível ao elenco. Você não poderia querer nada melhor. Não só ela é uma atriz talentosa para caraleo, mas ela é um ser humano maravilhoso. Nós realmente estamos procurando a oportunidade de trabalhar com ela novamente (eles trabalharam juntos em Community)… se nós tivermos a chance de trabalhar com a personagem.

Fala sério… CLARO que isso vai rolar. Eu já aposto que Brie Larson deva aparecer como Carol Danvers em algum dos filmes vindouros da Marvel antes de estrelar seu próprio filme – coisa que está ficando bastante comum no MCU – mas com Capitã Marvel estreando entre Vingadores 3 e 4 é impossível considerar que a heroína não apareça com destaque na quarta aventura do grupo.

Fiquem ligados para a agenda de estréias da Marvel:

Doutor Estranho em Novembro de 2016
Guardiões da Galáxia Vol. 2 em Maio de 2017
Homem-Aranha: Homecoming em Julho de 2017
Thor: Ragnarok em Novembro de 2017
Pantera Negra em Fevereiro de 2018
Vingadores: Guerra Infinita em Maio de 2018
Homem Formiga e Vespa em Julho de 2018
Capitã Marvel em Março de 2019
Vingadores 4 em Maio de 2019
Quer dizer, se for pra chegar meteoro gigante, por favor, só depois de 2020.

Designer gráfico por vocação, publicitário por formação, filósofo por piração.